Riscos de compartilhar a senha do Wi-Fi





















Certeza que sempre que chega uma visita em sua casa e ela pede a senha do WI-FI você passa ela, não é mesmo? É algo natural da nossa rotina, mas é preciso muito cuidado quando esse hábito passa dos laços familiares. Há vários casos que vizinhos acabam utilizando a mesma rede. É aí que mora o perigo!


Antes de passar a senha do WI-FI, você precisa saber os ricos que essa atitude pode trazer para sua rotina. Quando se contrata um serviço de internet se espera que você possa desfrutar de uma conexão rápida e segura.

Porém, sempre que você compartilha sua senha, esses 2 pilares são comprometidos colocando sua segurança em risco, já que criminosos podem se apropriar de seus dados e você acaba sendo responsabilizado pelo delito que não cometeu.

Além disso, temos alguns motivos para NÃO compartilhar a senha do seu WI-FI. Inicialmente quando o limite de aparelhos conectados simultaneamente na rede é excedido, o primeiro sinal é a lentidão e a queda de sinal. Mas, a longo prazo, o aparelho pode superaquecer e parar de funcionar.


Todavia um dos principais motivos é o uso de senha criptografada. Se terceiros tem acesso a ela acaba ficando vulnerável a invasões, o que implica a segurança de dados pessoais, podendo também ser usada de forma ilegal, redes domésticas podem ser rastreadas em caso de suspeita na conduta de usuários e provedores.

Dos crimes eletrônicos que podem ser encontrados, podemos citar vazamento de dados por hackers, pedofilia, fraudes bancárias, etc. Se alguém que tem a sua senha de Wi-Fi cometeu um crime desse tipo enquanto utilizava sua rede, você pode ser responsabilizado.


Para finalizar, é importante relembrar que ao contratar um plano você assinou um contrato que não permite a passagem da sua conexão com terceiros. Então se quiser manter sua senha de WI-FI longe de intrusos, deve entrar em contato com o suporte técnico do seu provedor. Assim, a operadora deve rever a configuração do roteador e garantir que não há acessos externos.

Outra medida a mais simples é alterar a senha do Wi-Fi periodicamente. É uma recomendação que vale para se proteger não só nesse sentido, mas em qualquer outro ambiente na Internet.